Na foto Jhulia Santos e o guia Fábio Dias está entre dois atletas brasileiros com os guias. Todos os atletas estão com medalhas no pescoço.
Atletas da Urece brilham no Parapan-Americano de Toronto
outubro 10, 2015
Anderson Dias protegendo com o corpo a bola de um marcador.
Urece joga o Nacional de futebol de 5 em casa
outubro 19, 2015

Urece fatura o Nacional feminino de Goalball

Seis atletas mulheres da Urece e dois da comissão técnica. Todos com as medalhas no peito e uma jogadora com o troféu na mão.

O Nacional de Goalball 2015 disputado no Paraná, entre os dias 30 de setembro e 4 de outubro, foi de festa para a equipe masculina e feminina da Urece. Pela primeira vez as meninas conquistaram o título da competição mais importante da modalidade no Brasil. O time masculino garantiu o terceiro lugar do pódio.

O primeiro título nacional veio com muito suor e competência. As meninas suaram a camisa para levantar o tão sonhado troféu de campeãs. O ouro veio em uma partida emocionante contra o SESI-SP que vendeu caro a derrota por 5 a 3.

As meninas terminaram a competição invicta. Foram quatro vitórias e um empate, que aconteceu na última rodada da primeira fase, quando as meninas já estavam classificadas.

O time masculino da Urece também conquistou um lugar no pódio. Os meninos ficaram com a terceira colocação, depois de vencer três partidas e perder uma, os homens pegaram a APACE-PB na semifinal e foram derrotados. Na disputa pelo bronze os meninos venceram o ACDEV-PR por 9 a 3.

João Barbosa, técnico da equipe masculina e feminina da Urece, disse que o objetivo sempre foi o título e que a instituição merecia a conquista.

– Nós tínhamos time para sermos campeões tanto no feminino quanto no masculino. Lógico que a preparação foi para buscar o título e queríamos muito, pois a Urece precisava de um título nacional, ainda mais porque vamos fazer 10 anos de instituição – disse.

João admite que o caminho até o título não foi nada fácil, mas o trabalho de estudar o adversário e motivar a equipe na base da conversa foi fundamental para que o título viesse.

– No campeonato buscamos passo a passo, jogo por jogo e tivemos um pouco de dificuldade no encaixe dos nossos jogos na primeira fase e na semifinal pecamos um pouco. Mesmo ganhando praticamente todos os jogos sabíamos que precisaríamos melhorar para buscar o título. Quando chegamos na final, tanto eu quanto o Fábio (Dias) procuramos  estudar bastante nosso adversário e o Fábio motivou bastante as meninas. Já eu me preocupei em ajustar algumas coisas na base da conversa com elas, o que foi primordial para a conquista. Jogamos muito bem e com bastante segurança. Foi o nosso melhor jogo na competição tecnicamente – revelou João.

Deixe uma resposta

Curta vocë também a Urece no Facebook!