A Urece acredita que investir em novos projetos é a chave para o desenvolvimento do esporte paralímpico. Por isso, a equipe acredita e se dedica para transformar sonhos em realidade.

Conheça alguns dos projetos:

Futebol para Mulheres Cegas:

A Urece Esporte e Cultura para Cegos é a primeira associação do Brasil a criar uma equipe de futebol para mulheres cegas. Em 2009, a equipe da Urece foi campeã mundial em Marburg, na Alemanha.

Intercâmbios:

Desde a fundação em 2005, a Urece procura trazer e enviar atletas para intercâmbio esportivo e cultural. Em 2012, a Urece recebeu a estudante Alicia Acedo, da Associação Espanhola Niñas del Tul. Alicia tem baixa visão e colaborou por três meses com as atividades esportivas da Urece. Também em 2012, um projeto entre a Urece e a DBSV – Instituição Alemã para pessoas com deficiência visual – trouxe dois estudantes alemães, Johanna Becker e Adrian Kosanke. Eles estiveram no Rio de Janeiro por quatro meses para desenvolver um guia de turismo acessível para visitantes cegos ou com baixa visão.

Esquiando no escuro:

O jornalista Marcos Lima, que é cego, e o Coordenador de projetos da Urece, Gabriel Mayr, foram os primeiros brasileiros a realizarem o de esqui na neve para cegos na República Tcheca, em 2008.

Curta vocë também a Urece no Facebook!