História da Natação
A natação paralímpica foi uma das modalidades participantes dos primeiros Jogos Paralímpicos que aconteceram em 1960, em Roma. Nas primeiras edições dos Jogos somente os atletas com lesões medulares podiam competir. Com o passar dos anos, a natação paralímpica se expandiu e começou a atender atletas tanto com deficiência física, como atletas que têm deficiência visual e intelectual, chegando a diversas modalidades e sendo uma das maiores responsáveis pelas medalhas brasileiras conquistadas nos jogos Paralímpicos.

Natação no Brasil

A seleção brasileira de natação paralímpica ganhou a primeira medalha na modalidade no ano de 1984, nos Jogos Paralímpicos que aconteceram em Stoke Mandeville, na Inglaterra. Na ocasião, o Brasil faturou um ouro, cinco medalhas de prata e uma medalha de bronze.

Desde então, a natação não deixou de conquistar medalhas para a seleção brasileira. A partir de 2004, em Atenas a Seleção Brasileira passou a brilhar nas piscinas. Clodoaldo Silva conquistou sozinho seis das sete medalhas de ouro.

Nos Jogos seguintes, em Pequim, 2008, foi a vez de Daniel Dias conquistar quatro medalhas douradas. Em 2012 o atleta mais uma vez brilhou e conquistou seis ouros, se tornando o maior medalhista paralímpico brasileiro.

A natação é a segunda modalidade que mais trouxe medalhas para o esporte paralímpico brasileiro, atrás apenas do atletismo. Os nadadores brasileiros já conquistaram 28 medalhas de ouro, 27 de prata e 28 de bronze, somando 83 medalhas em Jogos Paralímpicos.
Curta vocë também a Urece no Facebook!